• “Alternativa verde para ar-condicionado”

    capa_ar_condicionado-696x393“Nos dias quentes é impossível abrir mão de um bom ar-condicionado para suportar as altas temperaturas, seja em casa, no trabalho ou em qualquer outro lugar. Não é verdade?

    Por outro lado, não é todo mundo que tem o luxo de possuir um aparelho de ar-condicionado. Alguns por motivos financeiros, outras, mais preocupadas com o meio ambiente, porque o ar-condicionado emite gases causadores do efeito estufa (CO² e HFC), ambos ligados ao aquecimento global.

    Para a alegria de muitos, surgiu uma alternativa acessível a todos os bolsos, mais “verde” e tão eficiente quanto ao famoso ar-condicionado tradicional. A invenção é de dois pesquisadores da Universidade do Colorado, que fica nos EUA. Ronggui Yang e Xiabo Yin criaram uma película que é capaz de refrigerar ambientes sem a necessidade de usar gás refrigerador e energia elétrica. O estudo foi publicado na revista Science.

    Como a funciona película?

    A película atua no processo de filtragem dos raios solares que incidem sobre a atmosfera da Terra. A atmosfera permite que alguns comprimentos de onda vermelha, que trazem o calor, escapem para o espaço sem nenhum obstáculos. O que os cientistas Yan e Yin fizeram, foi a conversão do calor indesejado em radiação infravermelha no comprimento exato de onda que o planeta manda de volta.

    Já o filme criado pelos cientistas é feito de polimetilpentano, que por sua vez é um plástico transparente encontrado no comércio e vem com adição de pedrinhas de vidro. Revestido com prata em apenas um dos lados, o material é transformado em lâminas com espessura de 50 milionésimos de metro.

    Quando a película é colocada sobre um telhado, o lado prateado fica do lado de baixo. Assim, a luz solar é refletida pelo lado prateado através do plástico, o que impede o aquecimento do ambiente. Além do mais, o calor interno também é liberado para a atmosfera.

    O poder de refrigeração da película chega aos 93 watts por metro quadrado. À noite, por exemplo, sua capacidade é ainda maior. De acordo com os pesquisadores, cerca de 20 m² do filme são suficientes para manter a temperatura de uma casa comum em 20°C em um dia em que os termômetros marcam 37°C.

    Fabricação da película.
    A revista “The Economist”, informa que o filme pode ser produzido usando métodos tradicionalmente empregados pela indústria e com custo em torno de 50 centavos de dólar por m²”.

  • “PLÁSTICOS NOS MARES”

    Plástico nos mares

    Plástico nos mares

    “Jason de Caires Taylor criou a obra em parceria com o Greenpeace como uma forma de criticar a poluição dos oceanos. A vida marinha e de outros animais que se beneficiam dos mares, como as gaivotas, está amplamente ameaçada por conta de inúmeros pedaços de plástico que demoram milhares de anos para se decompor na natureza.
    Estudos mostram que cerca de 90% das aves marinhas possui algum tipo de partícula plástica em seu estômago – um dado alarmante para toda a fauna mundial. “O problema destacado nesta escultura teria parecido surreal há cinquenta anos, mas agora é uma realidade sombria. Todo plástico é feito em terra e é aqui que precisamos ver ações para reduzir o seu fluxo para os nossos oceanos”, alerta a ativista Louise Edge.
    Acredita-se que anualmente são despejadas mais de oito toneladas de plástico nos oceanos de todo o planeta. “Isso é o equivalente a encontrar cinco sacolas cheias de plástico a cada 30 cm de litoral nos 192 países que examinamos”, explica Jenna Jambeck, professora de engenharia ambiental da Universidade da Geórgia.”

  • Paredes Vivas . Patrick Blanc

    Imagem ll

  • Plantas Aereas . Tillandsias

    Definição

    Imagens

  • Jardim Vertical

    8 maneiras de fazer um jardim vertical


Projetos

 

0-CAPA---Foto-Luciano-Spinelli
capa
CAPA
CASAdARTTERRASDESAOJOSEII
CASATERRAFAZENDADONACAROLINA
VISTA-GERAL-NOITE
unspecified
VISTAPISCINA
IMG5CAPA
MARZAG_O
CAPA
V01